Tag Archive for design

Alessandro Mendini

Arquiteto, designer, escritor e pintor, nascido em Milão em 1931, Alessando Mendini é um personagem cujo trabalho é caracterizado pelo forte interesse na mistura de diferentes culturas e formas de expressão. Junto a nomes como Michele De Lucchi e Ettore Sottsass, Alessandro Mendini fez parte do grupo de criadores que na década de 70 formou o movimento Radical Design e iniciou uma nova corrente no design.

Em meados dos anos 80, ele contribuiu para a definição da nova imagem da empresa Alessi, e a definição da imagem de design da Swatch, de onde se tornou o diretor de arte.

Um de seus trabalhos de maior visibilidade é a Poltrona Magis Proust, que baseia-se na original “Poltrona de Proust” para Alchimia (1978). Seu desenho é romântico e barroco e um número infinito de pontos policromáticos foram pintados à mão usando a técnica do pontilhismo, que extrapolava o estofado e pintava também a parte entalhada em madeira.

Transformada em objeto de desejo, a poltrona possui inúmeras releituras feitas ao longo dos anos.

Há os objetos significativos projetados por Mendini e colocados em produção, tais quais a poltrona Wassily e o sofá Kandissi para Alchimia (1978-1979); utensílios de chá e café para Alessi (1983), a poltrona Dorifora para Zabro (1984), os relógios Cosmesis e Metroscape para a Swatch (vistos acima); o saca-rolhas Anna G. de Alessi (1994), a poltrona Scala para Mastrangelo (1996).

Hoje com 80 anos, Mendini tem um estúdio de design e arquitetura com o seu irmão Francesco Mendini, e mantém em paralelo uma carreira de professor na Universidade de Milão. Gênio!

Fotos: Reprodução

Mara & Maria

Um resultado realmente lindo que a Diana, do Miss Moss, conseguiu ao juntar a coleção de primavera 2013 de Mara Hoffman com as ilustrações meio folk da artista ucraniana Maria Primachenko. Diana já tinha feito algo semelhante, há um tempo, com a coleção de Mary Katrantzou, como mostramos aqui!

Nessa nova junção, ela conseguiu valorizar ainda mais as cores e as estampas, criando novas imagens de encher os olhos:

Daqui.

Gostaram?

Florence Broadhurst

Neste ano já vi muitas vezes o nome de Florence Broadhurst ser citado em diversos lugares e desde que Kate Spade resolveu homenageá-la, resolvi saber mais sobre esta talentosa designer.

Florence nasceu na Austrália e em 1959 estabeleceu o Australian Handprinted Wallpapers Pty Ltd., que posteriormente veio se tornar Florence Broadhurst Wallpapers Pty Ltd. Com a propaganda de ser o único estúdio do tipo no mundo, seu design incluía padronagens geométricas super coloridos e também temas da natureza, tudo impresso a mão. Os avanços técnicos feitos em seu estúdio permitiram a impressão em superfícies metálicas, o desenvolvimento de um acabamento vinílico lavável e um sistema de secagem que possibilitaram a produção de papéis de parede em grandes quantidades. Em meados da década de 70, Florence havia monopolizado o mercado australiano e exportava para todo o mundo.

No entanto, Florence Broadhurst foi assassinada em 1977, fato que até hoje permanece como um mistério e veio a interromper sua próspera produção. Suas coleções foram vendidas várias vezes a distribuidores mas enfrentou problemas com a falta de demanda, principalmente nos anos 90, quando o papel de parede caiu em desuso na decoração de casas. No final de 1990, Chee Soon & Fitzgerald, uma loja pequena de design, porém influente em Sydney, comprou os direitos de distribuição do Broadhurst Wallpaper. No início de 2000, ocorreu um movimento de promoção do nome de Florence no exterior, principalmente nos Estados Unidos e Reino Unido.

Seu trabalho tem sido descrito como sendo de qualidade única, com uma infinidade de padrões e estampas, com influências da arte, da arquitetura, de diversas culturas que ela pôde conhecer e de toques orientais.

Mais dela:

Produtos com prints Florence Broadhurst: Kate Spade

Para saber sobre a coleção de tapetes chamada The Florence Broadhurst Rug Collection: aqui

La casita de Wendy

La casita de Wendy é uma marca espanhola de Madri que desenvolve um trabalho muito especial. Por trás da marca estão Inés Aguillar e Iván Martínez, que começaram a desenhar roupas há 14 anos e atualmente estão envolvidos em variados projetos, juntamente com Brianda Fitz-James Stuart, que se incorporou a equipe há 4 anos.

Os produtos do trio se caracterizam por formas simples, pelo uso de uma seleta paleta de cores, e estampas maravilhosas, concebidas por eles (e que são cuidadosamente aplicadas em roupas e acessórios). O trabalho de La casita tem uma vertente muito lúdica e suas paixões e inspirações são a música, os contos, a natureza, a magia e a imaginação.

Os três combinam a prática de design com a docência para escolas de moda em Madri, Barcelona, A Coruña e em seu próprio atelier, onde criaram um lugar de encontro e de assessoramento para futuros designers, chamado El Estudio.

Atenção para as peças, com desenhos quase que inteiros!

Incrível!

Imagens: La casita de wendy

Para saber mais: entrem no Blog!

Vi aqui!

Bianca Green

Bianca Green nasceu no Brasil, foi criada na Alemanha, trabalhou um pouco como produtora musical depois que se formou na escola, morou em San Francisco por um ano, voltou para a Alemanha e está desde 2010 em Montevideo, onde começou a fazer ilustrações digitais maravilhosas!

Provavelmente, a música e os vários lugares por onde passou influenciaram bastante o trabalho da artista, que transforma temas e imagens do cotidiano em peças lindas. A marca registrada de Bianca são as imagens digitais com uso de patchwork!

Uma coisa boa é que as suas estampinhas estão em vários produtos, como almofadas, capas para Iphone e computador, bolsas – tudo pode ser comprado virtualmente, e entrega no Brasil!!!! Confere aqui. É tanta coisa bonita que vale a pena conferir a galeria:

Tem mais aqui.

Richard Woods & Sebastian Wrong

O artista britânico Richard Woods é reconhecido pelo seu trabalho com trompe l’oeil, motivos extravagantes e repetições. Seu print de madeira virou uma espécie de marca registrada (que mostramos aqui!) e já foi aplicado em fachadas, pisos e paredes por todo o mundo, em trabalhos comissionados ou até mesmo em instalações em galerias de arte! Já o designer Sebastian Wrong desenvolve seu trabalho baseado na nostalgia da decoração dos interiores dos anos 1950. Como promessa de uma parceria interessante, Wrong e Woods se uniram em 2007 para o primeiro programa de colaboração para a Established & Sons, em que pessoas de áreas distintas trabalham juntas. Dessa fusão bem sucedida surgiram objetos lúdicos, que lembram o mundo dos cartoons!

Primeiro, ainda em 2007, surgiu a família de armários com cara de antiguinho e com cores vibrantes e com os famosos veios gráficos que lembram madeira. O sucesso foi tanto que novas versões dos móveis foram lançados em 2009, em preto e branco, e em 2010, em azul e rosa!

Em 2009, a dupla criou as poltronas Bricks & Mortar, com prints de tijolos que Woods já havia aplicado em diversas superfícies em trabalhos autorais. A graça desses móveis é que o extremo conforto das poltronas e pufes de opõe a aparente dureza da estampa e das linhas geométricas do objeto, uma brincadeira dos profissionais!

O pufe Hay Bale é o mais novo produto do design colaborativo entre Woods e Wrong, uma proposta de criar um objeto multiuso, com os quatro lados acolchoados que pode ser usado de diversas maneiras. Como não podia deixar de ser, a estampa é uma releitura pop dos fardos de feno ou palha!

Na Establish & Sons ainda está a venda o Wood Rug, de Woods, em que parquets de madeira são coloridos, estilizados e representados nesse tapete de lã pura.

Para saber mais:

Establish & Sons
Richard Woods (muito legal o site!)
Sebastian Wrong

Imagens: Reprodução

Yves Saint Laurent & Prunier

Em 1970, o estilista francês Yves Saint Laurent iniciou a simpática prática (a qual jamais abandonou) de enviar cartões a familiares e amigos próximos com desenhos originais que ele mesmo criava. Os cartões, com lindos desenhos e cores, sempre continham a palavra love, e hoje em dia podem ser vistos em latinhas de caviar da Caviar House & Prunier, uma das casas de produção e comercialização de caviar mais famosas da Europa.

Desde 2007, a cada ano um desenho da série de cartões do estilista é reeditado e utilizado para ilustrar as latinhas da série “Love”.

A latinha da edição especial de 2011 acaba de ser lançada:

Os desenhos dos outros anos podem ser conferidos aqui!

Luxo total!

Imagens: Caviar House & Prunier

Taschen New York

Quando a Taschen, cultuada editora de livros de design, moda, artes e arquitetura, resolveu abrir livrarias em algumas cidades do mundo, chamou o badalado designer Philippe Starck  para criar suas lojas.

O designer francês foi o autor das livrarias de Paris, Los Angeles, Colônia, Nova York, Londres, entre outras cidades. Estas  lojas têm em comum, além da  área de exposição de livros no andar principal, um espaço que funciona como galeria de arte.

A loja de Nova York, situada no Soho, vale uma visita!!

O que chama a atenção dessa loja são os murais pintados pela brasileira Beatriz Milhazes. Conhecida pelos (belíssimos) quadros repletos de motivos tropicais, a artista plástica levou suas cores para as paredes da livraria!

Achei muito bacana também o desenho dos expositores cujos suportes metálicos parecem “nascer” do piso  em cimento natural!

 

A galeria de arte, no andar inferior, tem pé-direito duplo e iluminação zenital!

Detalhe para o mobiliário (sofá com assento e encosto de palhinha) do também brasileiro Joaquim Tenreiro, acervo do dono da Taschen.

Os mural do fundo da loja é maravilhoso!

E vejam que até o escritório teve uma de suas parede assinada pela Beatriz Milhazes… Um luxo!

Seletti

Para quem não conheçe, a Seletti é uma marca italiana de produtos muito descolados para a casa. Suas coleções são criadas por uma equipe de designers, o Selab, antenados com tudo o que acontece no mundo da moda, das artes, do design gráfico e outras fontes. O resultado destas idéias são produtos divertidos e originais para um comsumidor que tem personalidade.

Ficou até difícil selecionar alguns produtos do último catálogo para mostrar aqui!

Eu conheci a marca com a linha de mobiliário chamada Trip Furniture, cujo conceito/brincadeira era “levar” as estampas (listras, poás, pied-de-poule, etc) para “passear” pelas tradicionais cômodas, cadeiras, armários. Amei!!!!

Depois começei a pesquisar mais sobre eles e vi que realmente são muito criativos!

Eles desenvolveram toda uma linha de produtos inspirados na escala de cores Pantone…

No Salão de Milão 2010 lançaram uma linha de móbiliário componível, cuja cara lembra muito aqueles arquivos metálicos usados antigamente, só que com cores e formatos super atuais!

Adorei também as luminárias…

E estes capachos de metal para colocar na entrada da casa?

Tem também estes módulos que voçê compõe/ajunta da forma que quiser… Olhem o detalhe do fundo em tricot!!!

Tem “letras” para “pendurar” pela casa: iluminadas, metálicas, de madeira, de espelho…

E as porcelanas moderninhas com as “asas” pintadas em cores fluorescentes?

Não falei que fica difícil fazer uma seleção dos produtos? Deu vontade de ter tudo! rsrsrs

Fotos: divulgação Seletti

Aimée Wilder

Aimée Wilder, designer nova-iorquina, tem em seu currículo trabalhos para empresas como Dwell, Designspace, Bed Bath and Beyond, Crate & Barrel e Urban Outfiters.   

Hoje ela desenvolve uma linha própria de produtos, com destaque para os papéis de parede. Além disso, tem algumas estampas licenciadas para marcas do mercado fashion, como a Vans, de calçados esportivos.  

A inspiração para suas criações vêm do universo do design gráfico, como tipografias, logotipos, ilustrações, tecidos, toy-art, pôsteres, etc.  

A proposta para a linha de papéis de parede é trazer desenhos mais modernos e atuais para os interiores.  

Vejam algumas de suas criações…  

Clouds (cor sunshine)

  

Robots (cor Classic)

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fotos: divulgação site Aimée Wilder